Fato Relevante – Plano de Ações Restritas

Fato Relevante

Plano de Ações Restritas

 

São Paulo, 23 de junho de 2017 – Arezzo Indústria e Comércio S.A. (“Companhia”), em cumprimento ao previsto no artigo 157, §4º, da Lei n. 6.404, de 15.12.1976 (“Lei das Sociedades Anônimas”), e ao disposto na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 358, de 03.01.2002 (“ICVM 358”), comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que foi aprovado, em Assembleia Geral Extraordinária da Companhia, realizada em 23/06/2017, o plano de outorga de ações restritas (“Plano de Ações Restritas”), destinado aos administradores ou empregados da Companhia, ou outra sociedade sob o seu controle (“Beneficiários”), selecionados pelo Conselho de Administração da Companhia.

O Plano de Ações Restritas tem por objetivo dentre outros, permitir a outorga aos Beneficiários de direitos de receber ações de emissão da Companhia, de forma não onerosa, para estimular a expansão, o êxito e a consecução dos objetivos sociais da Companhia e das sociedades sob o seu controle, conferindo aos Beneficiários a possibilidade de serem acionistas da Companhia, alinhando os interesses dos Beneficiários com os interesses dos acionistas.

A outorga de opções com base no Plano de Ações Restritas respeitará sempre o limite máximo de 5% (cinco por cento) das ações representativas do capital social da Companhia na data de aprovação do Plano de Ações Restritas. A administração do Plano de Ações Restritas caberá ao Conselho de Administração da Companhia.

A íntegra do Plano de Ações Restritas encontra-se arquivada na sede da Companhia, bem como disponível nos sites da CVM (www.cvm.gov.br), da BM&FBOVESPA (www.bmfbpvespa.com.br) e da Companhia (www.arezzoco.com.br).

 

Clique aqui para acessar o Fato Relevante em PDF.